A presidente Dilma Rousseff ganhou um apoio de peso, nesta segunda semana do segundo turno. Em informação antecipada pelo Ancelmo Gois, do jornal O Globo, o cantor e compositor Chico Buarque de Hollanda decidiu gravar uma declaração de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff, que será exibida no horário eleitoral gratuito. Chico é um entusiasta da política externa iniciada no governo Lula, com o chanceler Celso Amorim, e mantida por Dilma. “Este é um governo que não fala fino com os Estados Unidos nem grosso com a Bolívia”, disse Chico, numa frase célebre. Ele defende a política de integração com os países latino-americanos e também uma postura menos subalterna do Brasil em relação aos Estados Unidos. Outro ícone da MPB, Gilberto Gil, que apoiou Marina Silva no primeiro turno, declarou em vídeo que vai votar na candidata petista no segundo. “Eu votei em Marina, sou do Partido Verde, é a candidata do Partido Verde. Vou votar em Dilma no segundo turno. Convivi com ela em ambiente de governo, em situação, enfim, de ministério, que decisões precisavam ser tomadas, que a disputa pelo orçamento se dava, e ela sempre tratou o Ministério da Cultura com muito respeito, muito apreço, dando a ele muita importância”, disse Gilberto Gil.